História das Termas  



Um sonho que se torna Realidade

Na época de 70 a 80 foi aberto um poço artesiano na Barra do Leão para servir a comunidade com água tratada esse poço da em torno 115 metros de profundidade aonde se capta água para servir as casas dos moradores onde se notou que essa água era um pouco sulfurosa sendo que as panelas furavam com o tempo passando vários anos Sergio Coronetti hoje o proprietário do Termas Leonense ouvia várias pessoas falarem que poderia ter água sulfurosa e quente no subsolo da Barra do Leão na época ele era criança e pedia para seu pai fazer uma piscina pequena no quintal da sua casa para brincar com seus irmãos sendo filho de agricultores não tinha condições de fazer ficou por isso na época mas tarde com o tempo seu pai faleceu e a agricultura na época se estagnava para os pequenos agricultores sendo assim Sergio Coronetti foi embora da propriedade vendendo-a e foi morar em Capinzal para trabalhar na empresa Perdigão da época mas sempre com aquele sonho de voltar para a Barra do Leão.

Trabalhou 7 anos na Perdigão na sala de cortes mas 3 anos e meio na Camargo Correia na Barragem de Machadinho saindo dali montou um mercado na Vila 7 de Julho em Capinzal aonde se estruturou financeiramente e numa dessas vindas no sítio do seu irmão na Barra do Leão com os amigos seu vizinho Vitor Belotto o chamou no meio dos seus amigos em uma festa ele disse: Sérgio agora que você tem um pouco mais de condição arruma uns amigos investidores e faça um poço profundo para fazer umas piscinas na Barra do Leão aí então ressurgiu a vontade de executar o sonho antigo procurou outras pessoas para ser sócio onde não teve êxito todos o chamavam de louco aí então Sergio pediu para Vitor se tinha alguém que garantiria que existiria água no subsolo quente ele o levou ao geólogo Custódio Gripa onde conversaram e marcou uma reunião em seu apartamento com Gripa nesta reunião com seus dois irmãos Fernando e Alcidir Coronetti e sua esposa Roseli Coronetti o geólogo Gripa confirmou ter água quente no subsolo só não garantia se ela jorrava sozinha

Sergio Coronetti decidiu mesmo assim arriscar, e voltou para a comunidade da Barra do Leão e comprou os terrenos que tinha vendido e um pouco a mais de outras pessoas para que pudesse furar o poço e criar o parque aquático sendo feito isso contratou a empresa Agua azul para fazer o poço começou a perfuração do poço em 28 de Julho se 2005 sendo executado a obra com sucesso e o poço jorrante com a capacidade de 60 mil litros a hora numa profundidade de 310 metros onde a água jorra a uma temperatura de 32 graus no dia 02 de agosto de 2005 sendo assim Sergio Coronetti começa a captar recursos para que façam as primeiras piscinas e inaugura a primeira parte do complexo no dia 04 de fevereiro de 2006 com autoridades e a comunidade nasce a empresa Termas Leonense Ltda. Sendo Proprietário Sergio Coronetti e sua esposa Roseli Coronetti hoje conta com 12 piscinas entre adulto e infantil 9 Tobo água entre adulto e infantil área de camping 1 restaurante 2 bar com lanchonete e 1 sorveteria.









7565 Pessoas visitaram esse site!
(c) Copyright - 2015 -2017 - Termas Leonesse - Todos os Direitos Reservados.
André Zanol